Wiki ptちゃん

Diferenças

Esta página mostra as diferenças entre as duas revisões da página.

Ligação para esta vista de comparação

Ambos os lados da revisão anterior Revisão anterior
mouro [06/04/2019 17:33]
anónimo
mouro [07/04/2019 18:41] (Actual)
anónimo
Linha 26: Linha 26:
 Afonso I, foi o primeiro Emir de [[portugal|Portugal]],​ que expulsou o diabo branco das suas terras e mostrou à sua Mãe que vivemos numa sociedade, obrigando-a a ir cozinhar-lhe uns douradinhos na batalha de São Mamede. Tal seminal foi este evento culinário que deu origem ao Rio Douro, marcando uma divisão entre os galegos consanguíneos e o povo escolhido de Hotep. Embora tenha jogado a sua juventude toda no Vitória de Guimarães, onde aprendeu a natureza cruel do macaco da neve, rapidamente foi transferido para a Associação Académica de Coimbra, afirmando a velha prosa: Afonso I, foi o primeiro Emir de [[portugal|Portugal]],​ que expulsou o diabo branco das suas terras e mostrou à sua Mãe que vivemos numa sociedade, obrigando-a a ir cozinhar-lhe uns douradinhos na batalha de São Mamede. Tal seminal foi este evento culinário que deu origem ao Rio Douro, marcando uma divisão entre os galegos consanguíneos e o povo escolhido de Hotep. Embora tenha jogado a sua juventude toda no Vitória de Guimarães, onde aprendeu a natureza cruel do macaco da neve, rapidamente foi transferido para a Associação Académica de Coimbra, afirmando a velha prosa:
  
-<​blockquote>​+<​blockquote ​ 30%>
 "​Abaixo do Douro, será tudo Mouro."​ "​Abaixo do Douro, será tudo Mouro."​
 <​cite>​D. Afonso Henriques, 1131</​cite>​ <​cite>​D. Afonso Henriques, 1131</​cite>​
Linha 33: Linha 33:
 E assim o fez, nenhuma mulher branca escapou ao seu magnetismo, tornando a velha Lusitânia num pântano de melanina. Falecendo em 1185 aos 76 anos por excesso de testosterona,​ o seu corpo encontra-se neste momento sepultado no Mosteiro de Santa Cruz, em Coimbra, onde o seu enorme pénis serve de pilar central. E assim o fez, nenhuma mulher branca escapou ao seu magnetismo, tornando a velha Lusitânia num pântano de melanina. Falecendo em 1185 aos 76 anos por excesso de testosterona,​ o seu corpo encontra-se neste momento sepultado no Mosteiro de Santa Cruz, em Coimbra, onde o seu enorme pénis serve de pilar central.
  
-<​blockquote ​column ​30%>​بسم الله الرحمن الرحيم+<​blockquote ​left  ​30%>​بسم الله الرحمن الرحيم
 <​cite>​D. Afonso Henriques, 1139</​cite>​ <​cite>​D. Afonso Henriques, 1139</​cite>​
 </​blockquote>​ </​blockquote>​
Linha 48: Linha 48:
 </​WRAP>​ </​WRAP>​
  
-Vasco da Gama foi um navegador Português da época dos des//​kang//​imentos. Vasquinho estava farto de já não encontrar mulheres brancas em [[portugal|Portugal]],​ por isso decidiu embarcar numa expedição marítima para descobrir o Império Perdido de Atlantis, onde dizia a lenda que estava cheia de chicha tenra. Como só levou alheiras, presunto e tinto a bordo, deu-lhe uma enorme volta à tripa, o que o levou a interromper o seu percurso na Índia para //obrar// numa das ruas designadas de cagamento. Como não tinha papel higiénico teve de voltar atrás para [[portugal|Portugal]],​ e assim descobriu-se o caminho marítimo para a Índia. Mal sabia ele que a bordo infiltrou-se o pequeno Toni Costa, que viria a tornar-se o primeiro Emir Comunista de [[portugal|Portugal]].+Vasco da Gama foi um navegador Português da época dos des//​kang//​imentos. Vasquinho estava farto de já não encontrar mulheres brancas em [[portugal|Portugal]],​ por isso decidiu embarcar numa expedição marítima para descobrir o Império Perdido de Atlantis, onde dizia a lenda que estava cheia de chicha tenra. Como só levou alheiras, presunto e tinto a bordo, deu-lhe uma enorme volta à tripa, o que o levou a interromper o seu percurso na Índia para //obrar// numa das ruas designadas de cagamento. ​ 
 +<​blockquote ​ 30%>​Imaginem o cheiro. 
 +<​cite>​Vasco da Gama ao voltar da Índia, 1499</​cite>​ 
 +</​blockquote>​ 
 + 
 +Como não tinha papel higiénico teve de voltar atrás para [[portugal|Portugal]],​ e assim descobriu-se o caminho marítimo para a Índia. Mal sabia ele que a bordo infiltrou-se o pequeno Toni Costa, que viria a tornar-se o primeiro Emir Comunista de [[portugal|Portugal]]. 
 + 
  
-\\ 
-\\ 
-\\ 
-\\ 
-\\ 
-\\ 
  
 ==== António de Oliveira Salazar ==== ==== António de Oliveira Salazar ====
Linha 64: Linha 65:
 </​WRAP>​ </​WRAP>​
  
-Salazar foi um líder português e supremacista africano que ambicionava retornar o povo português à Terra Mãe em África. Salazar insistia que Wakanda era real e situava-se algures escondido no coração de Angola, proclamando em alto e bom som, na rádio e televisão "​Angola é Nossa!"​. Enormes fundos e recursos foram desviados do povo português para conseguir encontrar esta utopia ultra nacionalista e protecionista que espelhava as suas crenças. No entanto Wakanda apercebeu-se que estava muito perto de ser encontrada, e semeou a divisão no continente Africano dando origem à guerra colonial. Infelizmente Salazar não teve hipótese senão retaliar contra os seus irmãos, mas tal foi o seu desgosto que faleceu de um coração partido. Wakanda nunca foi encontrada, e poucos anos depois uma revolução comunista financiada pelo George Soros destronou os Irmãos do Estado Novo, golpe este que Portugal nunca mais conseguiu recuperar. Mas diz a lenda que os aliados de Salazar conseguiram fugir para Angola a tempo, onde permanecem escondidos, e planeiam lançar uma campanha de guerrilha memética através de imageboards chineses e autismo armado. Os Irmãos do Estado Novo irão voltar, e Angola, juntamente com Wakanda, será Nossa.+Salazar foi um líder português e supremacista africano que ambicionava retornar o povo português à Terra Mãe em África. Salazar insistia que Wakanda era real e situava-se algures escondido no coração de Angola, proclamando em alto e bom som, na rádio e televisão "​Angola é Nossa!"​. Enormes fundos e recursos foram desviados do povo português para conseguir encontrar esta utopia ultra nacionalista e protecionista que espelhava as suas crenças. No entanto Wakanda apercebeu-se que estava muito perto de ser encontrada, e semeou a divisão no continente Africano dando origem à guerra colonial. 
 +<​blockquote ​ 30%>​Farei o possível e impossível encontrar o Wakanda. 
 +<​cite>​António de Oliveira Salazar, 1961</​cite>​ 
 +</​blockquote>​ 
 +Infelizmente Salazar não teve hipótese senão retaliar contra os seus irmãos, mas tal foi o seu desgosto que faleceu de um coração partido. Wakanda nunca foi encontrada, e poucos anos depois uma revolução comunista financiada pelo George Soros destronou os Irmãos do Estado Novo, golpe este que Portugal nunca mais conseguiu recuperar. Mas diz a lenda que os aliados de Salazar conseguiram fugir para Angola a tempo, onde permanecem escondidos, e planeiam lançar uma campanha de guerrilha memética através de imageboards chineses e autismo armado. Os Irmãos do Estado Novo irão voltar, e Angola, juntamente com Wakanda, será Nossa.
Todas as marcas registadas, direitos de autor, textos e imagens neste website são propriedade e responsabilidade dos seus respectivos autores e proprietários.
Só um louco levaria o que aqui é escrito a sério.